Ata COREP São Carlos – 25 / 26.set.2010

25,set.2010 – Presentes

Guilherme (USP–SP), Alexander (PUC-SP), Mariana (UFSCar), Julia (UFSCar), Thiago (PUC-SP), Paula (UFSCar), José Fernando (São Camilo), Renata (USP-SP), Daniel (PUCCamp), Flávia (PUCCamp), Henrique (UFSCar).

Informes

São Camilo não há CA, estão formando. Pegaram o estatuto e a coordenadora está apoiando, não há impedimento.Pretendem que esse ano ocorra a eleição. Conversando sobre xérox, só há uma dentro da universidade, querem tirar a única que tem. Alimentação muito cara, tudo dentro da faculdade é muito caro. Questão de levar algum tema, como o ato-médico, pra dentro da universidade, é tranquilo.

UFSCar – Semana da Psicologia: tema “(Des)contruindo a psicologia: reforma ou revolução”. Conseguiram conquistar uma salinha que antes era um laboratório de informática, mas agora é do CA de Psico.Estava rolando muito assalto, assaltaram o banco do Brasil da reitoria e fugiram de bicicleta. Havia um grupo para discutir segurança e este divulgou um relatório, uma professora da Psicologia faz parte. Receberam o relatório que continha propostas e orçamentos para acabar com o problema. Na reunião da coordenação de curso houve falas até sobre colocar um posto policial dentro da universidade, alguns professores não discordaram. Vão procurar os outros CA’s para ver o que fazem sobre esse relatório da comissão de segurança.

PucCamp – Fizeram o primeiro jornal da Psico.Sempre houve uma discussão com a direção, e na SEP houve uma assembléia para continuar a discussão e tentar se comunicar mais com a direção. A segurança também está sendo discutida, há câmeras e repressão aos alunos, não há mobilização para que aja discussão. Roubaram recursos áudios-visuais. Movimento “Fora Médici” – havia uma placa homenageando o ditador, foram feitas reuniões e a faculdade tirou a placa sem alguma reparação histórica, apenas para afirmar o esquecimento. Essa questão está reerguendo o movimento estudantil dentro da universidade.

PUC-SP – Novo órgão administrativo, houve audiência pública com a reitoria na semana passada. Oitocentas pessoas compareceram nessa audiência, todos não concordaram com os dois padres e o reitor. Abaixo assinado com um prazo para eles responderem as questões. O movimento estudantil está empolgado, pois é um momento muito importante.

USP – Debate sobre segurança, quiseram murar o IP [Instituto de Psicologia] mas desistiram, fizeram uma manifestação com catracas humanas.O que ficou é que a catraca não será aprovada, e o CA vai fazer uma plebiscito sobre isso. Tentam fazer um congresso para discutir a Clínica. A univesp foi aprovada pros cursos de licenciatura, e ignorou a manifestação feita ano passado pelos estudantes, então esse ano estão fazendo um plebiscito. Reestruturação do currículo – princípios do reuni. SEP em novembro era descolado do CA e esse ano o CA está mais envolvido.

Pautas

  • Formação; [fazer em 26.set – vídeo]
  • Balanço do ENEP;
  • CONEP 2010;
  • ENEP 2011;
  • EREP;
  • Luta antimanicomial nos currículos nas universidades; [fazer em 26.set – Bel]
  • Mulheres; [fazer em 26.set]
  • Segurança nas faculdades; [fazer em 26.set]

Balanço do ENEP – 1h

A construção do local pro ENEP era pra juntar com o EREP do nordeste. Nas atividades aconteceram boas discussões, mas, como teve vários problemas de comunicação e formação fragmentada e a construção foi complicada, estavam vazias. Na plenária final tinham duas propostas de sede, houve uma disputa de local do ENEP e o pessoal do nordeste se retirou do CONEP.

A construção do ENEP é formada pela CONEP e pelo pessoal da sede [nesse ano foi em Belém do Pará]. Nesse ENEP o pessoal do norte/nordeste estava participando pouco dos CONEPsis. A questão geográfica influenciou bastante na ausência deles, e eles ficaram com um sentimento negativo em relação da CONEP, pois não conseguiram participar das decisões. As atividades e profissionais chamados pela organização da sede eram diferentes das tiradas em reunião do COREP. As decisões tomadas geraram preconceitos de ambos os lados.

CONEP 2010 – ENEP 2011 – EREP [2h]

Proposta de encaminhamento – Reunião CONEP planejamento da gestão – pautas políticas e organização; Construção junto do FENEX [fórum nacional de executivas de curso] sobre o ENADE; Precisa de organização mais nas pautas de formação; vivências com movimentos sociais, um espaço de socialização sobre essas vivências e discussões de gênero; vivências ser mais no começo da semana; apoio financeiro para passar na faculdade de Ribeirão; pessoas de São Paulo passar Mackenzie, Uninove, São Marcos, Unisep [São Carlos], Unisantos, Unifesp, Unitau, UNESP Bauru, USP Ribeirão, UNG, FMU [visitas sejam enquanto COREP e CONEP]; temas – pensar a juventude brasileira nas universidades, organizações operárias, onde aparecem mais contradições e apresentar isso no próximo ENEP; atualizar o site do COREP/CONEP e disponibilizar aos alunos o mesmo; criar critérios pra visita nas entidades que se inscreverem; pra política da CONEP discutir o currículo das faculdades; não relacionar a não realização do EREP com o ENEP, é possível fazer o ENEP, adaptar a proposta do EREP – encontro de CA’s de SP [antes do ENEP, construção do ENEP – até abril], encontro de estudantes [um dia antes e depois do ENEP]; ENEP – tentam trazer algo do local – resgate histórico de SP, movimentos migratórios, movimentos sociais urbanos, foco na reforma psiquiátrica; tirar o movimento de levar pras universidades, a partir do ENEP [tema] aprofundar a discussão e não um primeiro debate; EREP – não deveria ficar vinculado ao ENEP; ir atrás de estruturas para o ENEP e não esperar o ENED [direito] mas construir junto se der; falar sobre psicologia de desastres [ENEP] – possíveis ações do psicólogo; ter espaço para elos previstos não programados na programação; possibilidade de fazer ENEP na USP, ou em faculdades que comportam e todas as faculdades vejam as possibilidades; reuniões para estrutura do ENEP – presidencial [22.out – 19h na USP]; fazer uma reunião com nome diferenciado [não EREP] e não deixar de fazer pois tem possibilidade de não conseguir fazer reunião de CA’s ou de formação; Antes de vivências que possuam contatos específicos com espaços de movimentos sociais seja organizado um momento de debate explicativo sobre a dinâmica do espaço a ser vivenciado; Movimentos sociais – ONG’s não – ver caso a caso para especificar quais entrariam no programa ou não.

Encaminhamentos: em outubro, Gui, Thiago, Renata e Alex irão na São Marcos e Uninove [São Paulo], Júlia e Mariana na Unicep em São Carlos.

26.set.2010 – Presentes

Guilherme (USP-SP), Renata (USP-SP), Mariana (USFCar), Júlia (USFCar), Thiago (PUC-SP), Alexander (PUC-SP), Bel (Unifesp), Daniel (PUCCamp), Flávia (PUCCamp), José Fernando (São Camilo).

Pautas:

  • 1) Tema ENEP [30m]
  • 2) Gênero [1h]
  • 3) Currículo [1h]
  • 4) Segurança [1h]
  • 5) Formação [3h – próximo COREP]

Temas ENEP – Situação da juventude brasileira, movimento migratório, movimentos sociais urbanos, movimento operário, reforma psiquiátrica, gênero e resgate histórico.

Gênero – Mulheres na história, que estavam por trás de homens importantes; auto organização de mulheres; questão de família relacionada a gênero; os homens não devem ser excluídos do movimento feminista, e as mulheres devem saber se colocar, mas ela precisa se fortalecer durante; nas inscrições dar preferências às mulheres, negros, quem não falou antes; soltar moção de repúdio às festas machistas [via COREP]; não deixar passar nenhuma manifestação contra o machismo; ter no COREP um ponto de formação de mulheres; ENEP – discutir violência de gênero, e academia [no sentido de fazer estudos sobre]; ver o filme “Acorda Raimundo” – formação; TransENEP – fazer um dia depois da festa uma discussão sobre gênero;

Encaminhamentos – Texto pra buscar as entidades – questão do machismo não ser um tema superado [não é uma questão moral, e não pode anular o sujeito], conversar com os organizadores das festas; colocar esse texto [moção] no jornal e no blog do COREP;

– TransENEP – fazer um dia de reflexões sobre gênero no dia da festa, durante um painel pras pessoas escreverem sobre isso, depois da festa [balanço] uma discussão sobre gênero;

– ENEP – mulheres na história, exposição de fotos e biografias;

– Responsáveis para formação do próximo COREP – duas etapas: mulher na universidade [Bel e CA unificado] e mulher no trabalho [Renata e CAII];

– Apresentar o sistema de inscrição em cada começo de COREP/ENEP/EREP;

Luta Antimanicomial nos currículos – Proposta – retomar no próximo COREP e indique para CONEP

– estar no ENEP esse tema [vivências em CAPS]

– Levar esse tema para discuir durante o mês e discutir.

– Trazer mais a questão de saúde mental [e tudoque a envolve, como família, SUS, assistência social, moradores de rua].

– Visitar um hospital psiquiátrico e CAPS nas vivências do ENEP [pode ser hospital de custódia]

– Boletins de assembléia das reuniões do COREP – para próximo COREP

Encaminhamento – a PUC –SP falará com ABEP para conseguir o material acumulado para por no currículo.

Próximo COREP nos dias 23 e 24.out na capital – DCE Unifesp

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s